01/12/2015

Reia


Réia, na mitologia grega,  é a filha titânide da deusa Terra, Gaia, e do deus céu, Úrano, e irmã e esposa de Cronos. Nas tradições mais antigas é conhecida como "a mãe dos deuses", sendo, consequentemente, muito associada a Gaia e a Cíbele, pois têm funções semelhantes. Os gregos clássicos viam-na como a mãe dos deuses e deusas olimpianos, mas não como uma deusa olimpiana por direito próprio. Os romanos identificam-na como a Mãe Magna (na sua forma de Cíbele) e com a deusa Ops.

Etimologia 
A maior parte dos etimólogos antigos derivaram Réia de ('Ρέα) por metátese de έρα (terra, solo), mas uma tradição incorporada em Platão e Crísipo ligam a palavra com ῥέω (rheo), "corrente", "descarga".
Alternativamente, o nome de Réia pode ser ligado à palavra romã ῥόα, mais tarde ῥοιά.

Mitos e geneologia
Réia teve seis filhos com Cronos: Héstia, Hades, Deméter, Poseidon, Hera e Zeus. Cronos engoliu os filhos à medida que nasciam (com exceção a Zeus), devido a uma profecia de Gaia e Urano que havia predito que Cronos haveria de ser superado pelo próprio filho, assim como Cronos havia derrubado o próprio pai. No entanto, quando Zeus estava para nascer, Réia pediu ajuda a Gaia e Urano para salvar o filho. Assim quando Zeus nasceu, Reia deu a Cronos uma pedra envolta em panos, que este engoliu sem suspeitar que aquele não era o filho acabado de nascer. De seguida, Reia escondeu o filho numa caverna no Monte Ida, em Creta, existindo várias versões da história:
  • Foi, então, criado por Gaia;
  • Foi amamentado pela prima, a cabra Amalthea, enquanto que um grupo de Curetes,, gritavam e se defrontavam, para que com o barulho Cronus não ouvisse o choro do bebé;
  • Foi criado por uma ninfa chamada Adamanteia, que o alimentou com leite de cabra.
Após a ascensão do filho Zeus como deus dos deuses, Réia reivindicou uma parte do mundo e refugiou-se nas montanhas, onde se cercou por animais selvagens. Esta deusa está, geralmente associada a leões ou a uma biga puxada por leões.
Na Ásia Menor, Réia era conhecida como uma deusa terrestre.


Fonte: wikipédia

Desejo

«O condenado à morte deixou transparecer uma alegria comovida ao saber do indulto. Mas ao cabo de algum tempo, acentuando-se as melhora...