01/12/2015

Hélios

Hélios (ou Hélio) é a personificação do Sol na mitologia grega. Filho dos titãs Hipérion e Téia, tinha como irmãos Eos, Aurora e Selena, a Lua.
É um servidor de Zeus e a cada manhã, precedido pelo carro da irmã Eos, percorre todos os dias o céu, de este para Oeste, num carro de fogo, puxado pelos quatro cavalos luminosos Pírois, Eoo, Éton e Flégon, iluminando a Terra. No final da tarde, chega ao Oceano, onde os seus cavalos se banham, voltando depois para o palácio.  É representado como um jovem de grande beleza, com uma auréola, na cabeça,  de raios dourados.
Considerado na mitologia como o olho do mundo, nada escapa ao seu olhar, sendo frequentemente convocado por outros deuses para servir como testemunha. Tinha o poder, quando emergia do Oceano, de curar a cegueira, como fez com Órion.
Devido a tudo ver o que se passa na Terra e no Olimpo, no Hino de Homero, Demeter pede a Hélios ajuda para encontrar a sua filha Perséfone. E na Odisseia, é o primeiro a saber do envolvimento amoroso entre Afrodite e Ares.  Por ter denunciado o adultério a Hefesto, a deusa amaldiçoou as descendentes de Hélios com paixões turbulentas, como aconteceu com Pasífae que se apaixonou por um touro e Medeia, abandonada por Jasão.
A Odisséia também relata Hélios como senhor de uma ilha, com vacas e ovelhas que, de tão gordas já não se reproduziam. Os companheiros de Odisseu, apesar da proibição do herói, devoraram algumas dessas vacas. Lampécia e Faetusa, filhas de Hélios, responsáveis pelos animais, avisaram o pai. Este, pediu então a Zeus que os punisse, ameaçando deixar de ser "o servidor e a luminária" dos deuses e de espalhar a luz sobre os homens. Hélios e Zeus destruíram o navio e todos os homens, com excepção de Odisseu.
Hélios também aparece no mito de Faetonte, que depois da insistência do filho, o deixa conduzir o carro do Sol. Ao chegar a África, Faetonte perde o controle do carro e começa a cair. Por causa disso os homens desta região, outrora brancos, passam a ter pele negra e a terra seca. Zeus, que assistia ao evento, e para evitar danos maiores, fulminou o jovem com um raio, que o acabou por matar.
Também aparece na triste história da ninfa Clytie.
Os seus animais sagrados são o galo e a águia.
É casado com Perseis, filha de Oceano e Tétis. Com ela teve vários filhos, entre os quais Eetes, Circe, Perses e Pasífae, que se casou com o rei Minos de Creta.
Da Oceânide Clímene, Hélio teve sete filhas, as Helíades e um filho Faetonte (Higino dá uma versão alternativa na qual Faetonte é neto de Hélios).
Embora Helios seja muitas vezes identificado  com Apolo, em Homero Apolo é identificado claramente como um deus diferente, relacionado com as pragas, com um arco prateado (não dourado) e sem características solares.
No entanto, na mitologia grega tardia e na mitologia romana, Hélios foi progressivamente substituído por Febo Apolo, que Ésquilo (séculos VI - V a.C.) põe, em seu lugar, a dirigir o Carro do Sol.
Continuou, apesar disso, a ser o protetor de Rodes, que construiu em sua honra o colosso de Rodes, uma das sete maravilhas do mundo antigo.

Desejo

«O condenado à morte deixou transparecer uma alegria comovida ao saber do indulto. Mas ao cabo de algum tempo, acentuando-se as melhora...