01/12/2015

Érebo

Na mitologia grega Érebo foi muitas vezes concebido como uma divindade primordial, representando a personificação da escuridão ou mais precisamente o criador das trevas; por exemplo, na Teogonia, Hesíodo identifica-o como um dos cinco primeiros seres a existir, nascido do Caos. Os domínios demarcados pelos mantos escuros e sem vida de Érebo, predominam nas regiões escuras do espaço, conhecidas como Vácuo, logo acima dos domínios da irmã, Nix.

O significado percebido para Érebo é "escuridão"; o primeiro registo de tal foi como " um local de escuridão entre a terra e Hades".
Érebo aparece pouco na mitologia e literatura gregas, mas diz-se ter sido progenitor de diversas outras divindades, junto com Nix (dependendo das fontes mitológicas, desta união incluí o nascimento de Éter, Hemera, as Hespérides, Hipnos, as Moiras, Geras, Stix, Caronte e Tanatos.
Èrebo, junto com Nix, sendo filho de Caos, nasceu de uma cisão, da mesma forma que se reproduzem os seres unicelulares, desta forma, após Caos, Érebo e Nix eram os mais velhos do universo.

Conhecido por ser um dos maiores inimigos de Zeus, diz-se que os Titãs pediram ajuda a Érebo e este, em resposta ao pedido desceu até ao Tártaro para libertar os filhos de Gaia, no entanto foi surpreendido por Zeus e Hades que, com a ajuda de Nix, lançaram Érebo nas profundezas do rio Aqueronte, a fronteira entre os dois mundos.

Com o desenvolvimento do pensamento grego, a crença passou a ser de que o Hades foi dividido e o Érebo passou a ser uma região do Hades, por onde os mortos tinham de passar logo após morrerem, antes de entrarem no Hades, e o Tártaro era o local mais profundo de todos, onde os Titãs se encontravam aprisionados.



Fontes
http://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%89rebo
http://en.wikipedia.org/wiki/Erebus

Desejo

«O condenado à morte deixou transparecer uma alegria comovida ao saber do indulto. Mas ao cabo de algum tempo, acentuando-se as melhora...