14/09/2015

Democracia em 2015

No ano de 2007 a ONU declarou o dia 15 de setembro como sendo o Dia Internacional da Democracia. A Democracia é algo frágil, pois pode desaparecer rapidamente se não for protegida, mas que se baseia em alguns princípios base da liberdade, direitos humanos, direito ao sufrágio universal, liberdade de expressão.


Segundo a ONU "A democracia é o valor universal baseado na vontade expressa livre do povo para determinar os seus próprios sistemas político, economico, social e cultural e a plena participação em todos os aspectos das suas vidas. Embora as democracias compartilhem características comuns, não existe um modelo único de democracia."

Globalmente, o papel da sociedade civil nunca foi mais importante do que este ano, à medida que o mundo se prepara para implementar uma nova Agenda do Desenvolvimento, com a concordância de todos os Governos mundiais. No entanto, para os ativistas da sociedade civil e organizações num vasto leque de países que cobrem todos os continentes, o espaço está a diminuir - ou até mesmo a fechar-se - à medida que alguns Governs têm adotado restriç~es que limitam a capacidade das ONG's de trabalharem ou mesmo de se financiarem.

Os valores de liberdade, respeito pelos direitos humanos e o princípio base de eleições genuínas periódicas através do direito universal de voto, são elementos essenciais para a democracia. Por sua vez, a democracia oferece o ambiente natural para a proteção e realização efetiva dos direitos humanos,
Esta ligação entre os direitos humanos e a democracia encontra-se no artigo 21, alínea 3, da Declaração Universal dos Direitos Humanos:
"A vontade do povo é o fundamento da autoridade dos poderes públicos, e deve exprimir-se através de eleições honestas a realizar periodicamente por sufrágio universal e igual, com voto secreto ou segundo processo equivalente que salvaguarde a liberdade de voto."

Segundo a Freedom House, dos 195 países considerados no ano de 2015, 89 (46%) estão considerados como Livres, 55 (28%) apenas  Parcialmente Livres e 51 (26%) Não Livres.

Desejo

«O condenado à morte deixou transparecer uma alegria comovida ao saber do indulto. Mas ao cabo de algum tempo, acentuando-se as melhora...