27/12/2014

"Ação crianças"

«Ainda a 27 [de Março de 1944], no ghetto de Kovno [Kaunas, centro da Lituânia], duzentas milhas para dentro das linhas alemãs, todas as crianças judias com menos de catorze anos ainda sobreviventes foram capturadas pelos SS e mandadas para a morte. Trinta e sete polícias judeus, entre os quais se contava o chefe da Polícia do ghetto judeu e dois dos seus ajudantes, recusaram-se a participar na prisão das crianças. Foram imediatamente executados.



A "ação crianças" de Kovno realizou-se em dois dias. Vários milhares de crianças foram metidas nos vagões da morte. Apenas uma pequena parte sobreviveria, contando-se entre os sobreviventes Zahar Kaplanas, então com cinco anos de idade. Este rapazinho foi salvo por um não judeu, um lituano, que o conseguiu fazer sair do ghetto dentro de um saco.»

A Segunda Guerra Mundial, Martin Gilbert






Mais informações sobre o Ghetto de Kovno:

http://www.ushmm.org/wlc/en/article.php?ModuleId=10005174

http://pt.wikipedia.org/wiki/Gueto_de_Kovno

Histórias do ghetto e links:

http://www.eilatgordinlevitan.com/kovno/kovno_pages/kovno_stories_links.html

Sem comentários:

Enviar um comentário

Desejo

«O condenado à morte deixou transparecer uma alegria comovida ao saber do indulto. Mas ao cabo de algum tempo, acentuando-se as melhora...